10 novembro 2005

Tempo de voltar a falar: Livro de Hebreus

Escrito especialmente para crentes judeus que estavam a ser atraídos de novo para o judaismo... o que me maravilha é a forma como o autor - divinamente inspirado - resolveu este problema, tinha duas opções:
Negativa: Atacar os lideres judeus ou desacreditar os seus ensinos
Positiva: Demonstrar a superioridade de Cristo
 
Escolheu a forma positiva: CRISTO É SUPERIOR e logo no primeiro capitulo apresenta Cristo (de uma forma muito Joanina, ainda que João não é concerteza o autor) como:
- Herdeiro de tudo
- Criador do mundo
- Resplendor da glória de Deus
- Expressa imagem de Deus
- Sustentador de todas as coisas
- Sacerdote perfeito
- Assentado à dextra da majestade
 
Depois disto como podemos desprezar a exortação?
(Hebreus 2:3) - "Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram;"
 
(Na EETAD estamos a estudar o livro de Hebreus)

4 comentários:

Paula disse...

Interessante

Vilma disse...

Gostei...

HuperNikon disse...

Já tenho saudades da EETAD

Vitor Mota disse...

Sim, a evangelização passa realmente por mostrar, de forma sábia, a superioridade de Cristo!